MOREIRA NETO G.  Homeopatia em Unidade Básica de Saúde (UBS): Um Espaço Possível. (Centro de Saúde Escola - Geraldo Paula Souza).  São Paulo, 1999.  90 p. (Dissertação de Mestrado - Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo - Orientador: Prof. Dr. Fernando Lefèvre).   Resumo:

Este estudo descreve os resultados do atendimento homeopático realizado pelo pesquisador no período de 1994 a dezembro de 1996, em uma unidade básica de saúde, Centro de Saúde Escola - Geraldo Paula Souza, localizada em área urbana de uma grande metrópole, São Paulo.  Neste período, 165 pessoas tiveram pelo menos uma consulta perfazendo um total de 631 consultas.   O estudo clínico foi realizado com um grupo de clientes que tiveram um mínimo de 3 consultas,  94 pessoas, com um total de 532 consultas nesta amostra e uma média de 5,7 consultas por cliente.
Foram utilizadas metodologias quantitativa e qualitativa.  Os dados quantitativos foram obtidos através de questionário semi-estruturado, aplicado em uma amostra intencional de 9 indivíduos.
Os dados mostraram uma predominância de sexo feminino, correspondendo a 66% e da faixa etária até os 19 anos com 45,8% do total de clientes.   Com relação a indicação, 54,3% delas foram feitas por funcionários do próprio CS e da FSP.   Os motivos de consulta de maior frequência foram os de Doenças do Aparelho Respiratório com 33,0%. e Problemas Gerais e Inespecíficos com 25,5% os dois somados 58,5%.
Os diagnósticos de maior frequência foram as Doenças do Aparelho Respiratório com 47,8%, Problemas Gerais e Inespecíficos com 10,6% e os Transtornos Mentais com 10,6%  perfazendo um total de 79,7%.
Foi observada resolutividade clínica e uma baixa frequência de encaminhamentos para outros serviços(1 para cada 41 consultas).   Foram solicitados exames laboratoriais de fácil execução em somente 3,2% das consultas.   Utilizou-se de recursos materiais e humanos do próprio serviço.   Os custos de implantação, medicamentos e laboratorial estão adequados à realidade sócio-econômica do pais.
Foi prescrito um único medicamento por vez para cada cliente, abordagem unicista, obtidos através de técnica de repertorização.   Os medicamentos mais utilizados foram os - policrestos -.
Os motivos que levaram a clientela a escolher esta UBS foram:  localização, enconômico e confiança no médico e no serviço.   A opinião sobre o tratamento foi positiva e também relacionada ao tema - confiança -.   Os clientes perceberam que a homeopatia possui uma visão integral e holística do ser humano, ao se conscientizarem dos vários fatores que podem desencadear uma doença.
Em relação à alopatia, ficou claro para os clientes que a medicina homeopática é diferente, que os remédios são diferentes, sua abordagem é diferente e que existe um maior diálogo entre o médico e o paciente.
O resultado do tratamento foi sentido não só na melhora da saúde, como também na mudança do comportamento e na tomada de consciência do individuo seu processo de cura.
Descritores: Homeopatia. Saúde Pública. Medicina oficial não hegemônica. Atenção primária à Saúde. Serviços de Saúde. Homeopatia em Unidade Básica de Saúde.