DOUTOR, MINHA ALERGIA PODE SER CURADA ?

 
Autor: Dr. Juan C. Pellegrino

Esta pergunta é talvez a que com mais freqüência recebe o médico homeopata. A alergia como manifestação de desarmonia do individuo, aparece em múltiplos lugares seja a pele, aparelho respiratório, seios paranasais, aparelhos digestivos, etc. Os pacientes alérgicos geralmente estão desconcertados por uma afecção que lhes é difícil explicar, uma vez que geralmente tem hábitos de vidas normais, até saudáveis, mas ... sempre aparece alguma coisa que lhes faz mal.

Alguns são mais sensíveis que os demais, pois lhes incomodam as mudanças de temperatura, a poeira, os alimentos, os medicamentos, e inúmeras outras coisas. Quando perguntam se a homeopatia pode lhes ajudar, o fazem entre a desconfiança que provoca a reiterada decepção e a esperança de encontrar um novo enfoque terapêutico, uma vez que já se submeteram a inúmeros tratamentos com poucos resultados.

Equivocam-se as pessoas quando pensam que o fenômeno alérgico tem a ver apenas com uma predisposição a uma substância externa que desencadeia o processo. O esquema mecanicista de causa e efeito embora minimize os sintomas através da eliminação da substância alergenica, prescrição de antialérgicos e corticoides, não resolvem o fator profundo desencadeante que está inserido na desarmonia mais ampla do sistema orgânico.

A Homeopatia, ao considerar a pessoa como uma totalidade psicofísica, entende que os processos alérgicos são apenas resultantes de um grande número de causas.

É por isso que o médico homeopata procurará saber como é a personalidade de cada pessoa, sua forma de ser, sua relação com o meio, seu sono, suas preferências alimentares etc., para procurar determinar onde se inicia essa desarmonia.

Com freqüência o fator desencadeante da afecção está relacionado a situações emocionais em distintas situações da vida e o processo alérgico em si surge, nesta constelação que é o individuo, apenas como a ponta de um iceberg, onde o principal está escondido.

Percebe-se pois que isso tudo objetiva conhecer a personalidade do paciente, a sua individualidade, aquilo que o torna único entre todos os seres humanos, porque ele adoece com estas características peculiares que fazem com que nenhuma enfermidade seja exatamente igual a outra.

Após o recolhimento do maior número de dados possíveis através da consulta clínica é que se poderá prescrever um medicamento homeopático que cada paciente necessite, medicamento sem efeitos secundários que não disfarçará a enfermidade, poderá até agravá-la em uma fase inicial, mas que levará o paciente a curar-se da sua predisposição a essa manifestação clínica.

Assim diante da pergunta: Doutor a minha ALERGIA pode ser curada ?, a Homeopatia responde SIM, desde que a pessoa esteja disposta a iniciar um trabalho consigo mesma, onde se faz imprescindível a sua colaboração para conhecê-lo como individuo único que é.


Texto adaptado para a BVS-Ho. por Dr. Matheus Marim
Revista Homeopatia para Todos, AMHA, Argentina, n. 8, Ano II, Novembro/Dezembro-1995


Texto 12